Melhoramento Genético
O programa de melhoramento da DeltaGen é baseado nos princípios de seleção a pasto e sistema de ciclo curto, no qual os animais iniciam a reprodução e são abatidos rapidamente. Método que preconiza maior precocidade e contribui para uma pecuária rentável e competitiva. O processo é constante e dinâmico.

Todos os anos novos rebanhos são avaliados, sempre com foco na produção. Para isso, a coleta de informações é fundamental. No programa DeltaGen, elas acontecem em três fases: nascimento, desmame e pós-desmame, com datas e prazos para a correta compilação dos dados e mensuração.

Temos programado para o início de março a entrega dos dados das avaliações de pós-desmame. Neste estágio, 10 características são mensuradas. Os animais devem estar em jejum hídrico e alimentar por no mínimo doze horas. Após este jejum, inicia-se o processo de avaliação de CPMU (C=conformação, P=precocidade, M=musculatura e U=umbigo), quando notas relativas ao grupo de manejo são atribuídas a cada animal. Além disso, todos os animais são pesados, têm sua altura medida, recebem notas para caracterização racial, ossatura e pigmentação. Nos machos é medido o perímetro escrotal.

O processo ocorre na fazenda, especificamente no curral de manejo. Após os dados serem coletados, são enviados para uma empresa parceira da DeltaGen, a GenSys Consultores Associados, onde são incluídos no banco de dados e a avaliação genética, propriamente dita, é calculada. O produtor recebe as DEP’s (Diferença Esperada na Progênie) e os Índices, seja de Desmame ou Final, de cada animal. De posse destes dados, o produtor decide quais animais irão permanecer na propriedade quais serão descartados.

O fato do produtor descartar os piores e selecionar os superiores para que permaneçam no rebanho e sigam para a reprodução irá garantir a evolução genética do seu plantel.


Todos os direitos reservados | DeltaGen | 2019 • Site produzido por Pontual Propaganda